Aprovado Título de Cidadã Honorária do Paraná para Philomena Raffagnin

12/05/2022

Amplamente conhecida no mundo dos negócios de destaque em Foz do Iguaçu, a empresária Philomena Maria Morello Raffagnin será agraciada com o Título de Cidadã Honorária do Estado do Paraná. A honra partiu do Projeto de Lei (PL) 1/2022, de autoria do deputado estadual Soldado Fruet (Pros), aprovado nessa terça-feira (10) pela Assembleia Legislativa (Alep). 
Na justificativa do projeto, o parlamentar destacou que “em razão da devoção pelo trabalho e bom atendimento à comunidade protagonizado durante toda a vida por Dona Philomena, o Grupo Rafain se tornou um dos maiores grupos empresariais e empregadores de Foz do Iguaçu, sendo que, nos períodos de maior movimento, as empresas chegaram a ter 1.300 funcionários”. 
Philomena, ou Dona Filó, como é conhecida, é fundadora do Grupo Rafain, que integra estabelecimentos gastronômicos e rede hoteleira na Tríplice Fronteira. Atualmente com 93 anos, a empresária celebra o sucesso do empreendimento que construiu ao lado do marido Olímpio Raffagnin (in memoriam). 
Além de auxiliar Foz a crescer como polo de turismo, o grupo Rafain também atuou em diversos projetos sociais, tendo Dona Filó à frente de várias iniciativas. Algumas dessas ações ainda são realizadas na cidade, visando contribuir com a arrecadação de fundos para entidades carentes. 

Trajetória
Dona Philomena é considerada um exemplo de perseverança. A linha da vida dela, para quem desconhece, iniciou no Rio Grande do Sul, nascida em 9 de janeiro de 1929, na Linha Farroupilha, distrito de São João da Urtiga. Da infância até a juventude, sua trajetória, a exemplo das cinco irmãs e quatro irmãos, foi marcada por muito trabalho na roça, pela ajuda nas tarefas domésticas e pela vida tranquila na colônia instalada na zona rural. 
Aos dezoito anos, o casamento em 1947, deu uma guinada na vida de Filó. Com o marido Olímpio Raffagnin iniciou uma bela caminhada familiar e empresarial, com um total de oito filhos biológicos e dois adotivos. Na mudança do Rio Grande do Sul para o Paraná, fixaram-se primeiro na cidade de Corbélia, em 1955. Os negócios da família em Foz foram inaugurados, em 1958, com uma sociedade na Churrascaria São Cristóvão. Um dos emblemas vivos até hoje é a Churrascaria Rafain, aberta em 1967, e que desde 2005 tem filial em Dallas, Estados Unidos. 
Na sequência vieram a Churrascaria Cataratas, o Hotel Rafain Palace, uma agência de turismo, o Oba Oba Foz, a casa noturna Agência Tass e o Complexo Rafain Expocenter– um dos maiores do Brasil agregado a um hotel. A partir de 1979, com o falecimento prematuro, aos 52, do marido Olímpio, dona Philomena e os filhos continuaram os negócios, sempre com os pés firmes no chão e os olhos repletos de projetos. 
Agora, na casa dos 90, Dona Filó acompanha os negócios com um pouco de distância, mas, mantém o hábito de orientar os funcionários, de elogiar quem se sobressai no trabalho além de contagiar todos com sua alegria.

Cidadã de Foz
Há 15 anos, dona Philomena ganhou cidadania iguaçuense. Durante solenidade na Câmara Municipal, em 2007, ela recebeu o título de Cidadã Honorária de Foz do Iguaçu. Agora o reconhecimento vem em nível maior, marcando o nome da família no cenário estadual. 

Fonte: GDia.com/Da redação
Foto: Arquivo Pessoal

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)