Contra o câncer: “Quem se ama, se cuida”; palestra motiva à saúde e qualidade de vida

15/10/2021

“As pessoas precisam refletir e fazer uma mudança. Estamos muito focados no problema e na doença, mas para que tenhamos mais alegrias e qualidade de vida é fundamental focar na saúde”. Essa foi uma das mensagens da psicóloga Néri Mariussi durante a palestra “Quem se ama, se cuida”, uma das atividades organizadas pelo setor de Saúde do Trabalho da Coopavel neste mês dentro da programação oficial do Outubro Rosa.

A palestra realizada nesta semana contou com a participação de funcionárias da cooperativa que atuam nos frigoríficos de aves e suínos, nas indústrias de rações e de óleos, no moinho de trigo e também nas áreas de serviços e administração. “Ao motivar as mulheres para a vida, estamos fortalecendo a autoestima e o autocuidado, atitude indispensável para a detecção precoce de casos de câncer”, segundo Néri.

A psicóloga afirmou que quando a mulher está bem consigo mesma e com sua autoestima elevada ela se cuida e reduz riscos de incidências de doenças e de outros problemas. “Mas, caso surja qualquer situação diferente, então ela terá grandes chances de tratamento com cura, porque a detecção ocorrerá rapidamente”.

Néri Mariussi parabenizou a Coopavel pela iniciativa: “Atitudes como essa são importantes porque valorizam os colaboradores e fazem com que eles, ao se cuidar, tenham mais qualidade de vida e consequentemente melhorem a sua produtividade e resultados. Todos ganham com parcerias tão saudáveis”, de acordo com a psicóloga, que disse se sentir honrada com o convite de pela primeira vez atuar com o setor de Medicina do Trabalho da cooperativa.

Prevenção

As ações do Outubro Rosa são tradicionais na história da Coopavel. “As orientações ocorrem o ano todo, mas em outubro são intensificadas e os resultados têm sido muito bons”, observa a enfermeira do Trabalho Giane Quinhones Dalla Costa. A prevenção ao câncer se mostra ainda mais urgente e determinante diante dos números mundiais da doença, conforme ela.

Apenas em 2020 e 2021, 2,3 milhões de mulheres descobriram que estavam com câncer de mama no mundo. Somente em 2019, 110.344 mulheres morreram vítimas da doença no País. As principais causas foram o de mama (16,4% do total de óbitos), traqueia, brônquios e pulmões (11,4%), cólon e reto (9,4%), colo do útero (6%), pâncreas (5,3%) e estômago (5%), segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer).

Grande parte dos casos de câncer tem ligação com fatores comportamentais, como excesso de peso, consumo de bebidas alcoólicas e inatividade física, conforme Giane. Atualmente, 7,6 milhões de pessoas morrem em decorrência de algum tipo de câncer a cada ano no planeta. Dessas, 4 milhões têm entre 30 e 69 anos, informa o Inca.

Palestra ocorreu em ambiente amplo e arejado. Medidas sanitárias foram observadas.

Fonte/ Foto: Show Rural Cascavel.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)